SILVA (Jr.), Francisco Fernandes da

Resumo:

Funchal, 14/04/1894 - Funchal, 26/08/1982

Regente do Orfeão de Câmara de Lobos constituído por 500 alunos, Francisco Fernandes da Silva Júnior foi também diretor artístico da Filarmónica Recreio dos Lavradores e do Grupo Recreativo 1º de Dezembro de 1940. Um compositor reconhecido e um músico exímio em sopro, que se distinguiu como cornetista.

Biografia:

 


sem_foto3Francisco Fernandes da Silva Júnior nasceu a 14 de Abril de 1894 em Câmara de LobosI.
As primeiras referências sobre a sua atuação enquanto músico são de 1916. Aos vinte e dois anos Francisco Júnior era músico do Regimento de Infantaria Nº27 e distinguia-se na Filarmónica Recreio dos Lavradores como cornetista. Na época a banda estava sob a direção artística de João Rodrigues do Nascimento, mas em Novembro do mesmo ano Francisco Fernandes da Silva Júnior iniciou funções como regente da Filarmónica Recreio dos Lavradores, onde desempenhou funções durante cerca de cinquenta anosII.

O Diário de Notícias publicou em 1917 uma referência à atuação da banda e composições apresentadas. A filarmónica “(…) passa agora a ser regida pelo Sr. Francisco Fernandes da Silva Júnior (…) e a orquestra da igreja da mesma filarmónica, pelo distinto músico Sr. Anselmo Serrão. Agradou imenso a marcha O Último Adeus, composição do Sr. Anselmo de F. Serrão, assim como outra marcha composta pelo novo regente [Francisco Fernandes Júnior]”III. Anselmo Serrão foi um dos músicos madeirenses contemporâneo de Francisco Fernandes da Silva Júnior, que se distinguiu como compositor, organista, maestro, violinista, bandolinista e participante ativo em bandas filarmónicas de cariz religioso.
Francisco Júnior também dedicou parte da sua carreira ao ensino de canto coral, uma área curricular obrigatória no início do século XX. O músico conseguiu reunir um grupo de cerca de 500 alunos, das escolas primárias de Câmara de Lobos, que dirigiu num Orfeão Escolar, cuja primeira apresentação pública deu-se no dia 8 de Julho de 1934IV.

Quanto ao trabalho desenvolvido em bandas filarmónicas Francisco Júnior desempenou funções de regente em eventos de grande importância, como as comemorações dos centenários da Restauração de Portugal a 1 de Dezembro de 1940 (1140-1640-1940). Nesta efeméride Francisco Fernandes da Silva Júnior apresentou em Câmara de Lobos, sob a sua regência, o Grupo Recreativo 1º de Dezembro de 1940V.
Na Filarmónica Recreio de Lavradores Francisco Júnior desempenhou funções de diretor artístico, substituído pelo maestro e compositor Raul Gomes Serrão a 18 de Novembro de 1967, provavelmente por motivos de saúde que o levaram a abandonar o cargoVI.
O 50º aniversário da Filarmónica Recreio dos Lavradores, celebrado em Novembro de 1922 e noticiado pelo Diário de Notícias demonstra o cariz religioso do grupo musical e a sua notoriedade na cultura e sociedade da época. “Solenizando o seu 50º aniversário, esta apreciada filarmónica, muito conhecida no Funchal, celebrará festivamente esta data (…) pelas 6 horas da manhã, a Recreio dos Lavradores sairá da sua casa d'ensaio, dirigindo-se para a capela de N. S. da Conceição, sua padroeira, onde se realizará uma missa cantada (…) às 9 horas da noite, regressam à sua casa d'ensaio, executando por essa ocasião, um lindo ordinário expressamente composto pelo respectivo regente Sr. Francisco Fernandes da Silva Júnior”.
Em 1923, nas comemorações dos 51 anos de atividade à frente da Filarmónica Recreio de Lavradores Francisco Fernandes da Silva Júnior viu-se forçado a abandonar o cargo de diretor artístico por motivos de saúde.

Autoria:

Camacho, Liliana (16/11/2010). “Francisco Fernandes da Silva Júnior”. In Artes e Educação. Funchal: Jornal da Madeira.

Atualização:

Ventura, Ana (2011). “Francisco Fernandes da Silva Júnior”. In Dicionário Online de Músicos na Madeira. Funchal: Divisão de Investigação e Documentação, Gabinete Coordenador de Educação Artística, atualizado em 22/06/2011.

Música:

 

O Último Adeus  

 

Bibliografia:

Diário de Notícias (1876 - ). "Coleção de Jornais". In Biblioteca do Arquivo Regional da Madeira [s.n. recurso digitalizado]. Funchal:" publicado em 18/11/1922, anexo 343, p. 1.

Dicionário Corográfico. "Banda Municipal de Câmara de Lobos". Acedido em http://www.concelhodecamaradelobos.com/dicionario/banda_municipal_camara_lobos.html a 06/07/2011.

Morais, M. (2008). A Madeira e a Música: Estudos (c.1508-c.1974). Funchal: Empresa Municipal "500 Anos do Funchal", pp. 400, 460, 468.

Freitas, M. P. (2007). Revista de Temas Culturais do Concelho de Câmara de Lobos. Câmara de Lobos: Revista Girão, Vol. I, Nº4, p. 141.

Notas de Referência:

I Freitas, M. P. (2006). Revista de Temas Culturais do Concelho de Câmara de Lobos, Volume II. Câmara de Lobos: Câmara Municipal.

II Freitas, M. P. (2006). Revista de Temas Culturais do Concelho de Câmara de Lobos, Volume II. Câmara de Lobos: Câmara Municipal.

III Diário de Notícias (1876 - ). "Coleção de Jornais". In Biblioteca do Arquivo Regional da Madeira [s.n. recurso digitalizado]. Funchal: publicado em 18/03/1917.

IV Morais, M. (coord.) (2008). A Madeira e a Música - Estudos (c.1508-c.1974). Funchal: Empresa Municipal "500 Anos do Funchal", pp. 400, 460.

V Freitas, M. P. (2006). Revista de Temas Culturais do Concelho de Câmara de Lobos, Volume II. Câmara de Lobos: Câmara Municipal.

VI Freitas, M. P. (2006). Revista de Temas Culturais do Concelho de Câmara de Lobos, Volume II. Câmara de Lobos: Câmara Municipal.

Located in: Biografias
Powered by SobiPro

TOP 5 - Biblioteca Digital

Galeria

Subscrever Newsletter